• Maringá: (44) 3029-1162

  • Dourados: (67) 3033-8862

O que é mindfulness? Quais benefícios? Quais técnicas de concentração usar?

Desde os primórdios da civilização que o ser humano busca entender cada vez mais as peculiaridades da mente e como ela reflete em nosso dia a dia. Pensando nos avanços da mente e na rotina agitada que temos, é fácil entender o que é mindfulness, que significa numa tradução tradicional ?atenção plena?. Essa capacidade de estar focado plenamente no presente é uma das chaves para o bem estar psicológico, e podemos provar.

Neste artigo iremos aprofundar o significado de mindfulness, entender o seu uso como forma de evoluir mentalmente e por fim conhecer várias técnicas de concentração, que irão te ajudar na absorção de conhecimento, bem como no processo de aprendizado. 

O que é mindfulness? 


Sabe quando você está escovando os dentes, fazendo um café ou então jantando? É muito provável que nestas três situações você esteja com a mente viajando pelo seu passado ou para o seu futuro. É absolutamente normal, e há inclusive um estudo que aponta que passamos 47% do tempo de nossas vidas pensando no passado ou no futuro. É muito tempo desperdiçado com absolutamente nada de útil, que a técnica de mindfulness pode te ajudar a corrigir.

A ideia de mindfulness é proporcionar atenção plena aos momentos do presente que vivemos, sem distrações, concentrando-se integralmente naquele momento, sem julgamentos em seu pensamento e com uma postura de gentileza. Parece difícil de entender, mas na verdade é muito fácil, tanto para compreensão, quanto para o exercício diário.

Mindfulness é meditação? 


Atenção plena no momento, com concentração integral no presente. Sim, olhando rapidamente nos parece a caracterização exata da meditação. Então seria o mindfulness uma nova forma de meditação?

Na verdade não. 

O mindfulness até pode ser considerada uma nova forma de meditação, mas a discussão é mais complexa, já que há formas de praticar o mindfulness sem a necessidade de meditar. Isso porque, como o nome já sugere de forma indireta, praticar o mindfulness é ter consciência do momento presente, de sentir as consequências de suas ações através de seu corpo e de sua mente naquele instante.

É como você estar almoçando e ao invés de pensar em coisas aleatórias ou estar vendo televisão, você está observando a sua mastigação, e como os alimentos foram colocados no prato. Como cada alimento possui um relevo diferente, uma cor diferente, e como cada item do almoço afeta a sua saúde física e mental. 

Podemos caracterizar o uso do mindfulness com este exemplo.

Os benefícios do mindfulness 


Agora que ficou claro o que é mindfulness, destacamos para você alguns benefícios que essa prática tráz. Está preparado para se surpreender? 

Saúde mental 

O primeiro grande benefício do mindfulness é na saúde mental. O mindfulness é uma das estratégias mais eficientes para prevenir depressão e ansiedade, além de proporcionar uma diminuição em quadros de estresse.

Assim, as técnicas baseadas em mindfulness proporcionam melhoras significativas em quadros de ansiedade, depressão e estresse, além de oferecer uma sensação mais aguda de felicidade e de propósito. 

Saúde física 

A prática do mindfulness também oferece melhoras significativas para a saúde física, com o aumento da imunidade, e a melhora de dores crônicas, já que a dor crônica se apresenta como um disparo do neurônio e não como uma dor específica do local.

O mindfulness acaba servindo como um filtro que evita que algumas dores cheguem a nossa consciência, proporcionando mais bem estar e saúde física. 

Além destes primeiros benefícios, o uso do mindfulness proporciona:

  1. O desenvolvimento da inteligência emocional e da empatia – Essas duas qualidades são necessárias para que tenhamos uma maior capacidade de trabalhar bem e poder conviver em ambientes coletivos de trabalho, ou de estudo. 

  2. Redução do estresse e da depressão – Dois dos grandes problemas da humanidade, o estresse e a depressão são muitas vezes tratados com medicação pesada. Porém, o uso do mindfulness pode ser uma aposta certeira para que estes sentimentos negativos não cheguem de forma robusta nas mentes dos seus praticantes. 

  3. A redução do envelhecimento cerebral – A prática do mindfulness tende a incentivar o nosso cérebro a trabalhar em comum acordo com o nosso bem estar. Desta forma nossas atividades cerebrais evitam um envelhecimento mais rápido de nosso cérebro.

  4. Alta performance – A prática do mindfulness aumenta o poder de concentração, proporcionando desta forma uma capacidade maior para nossa mente realizar ações práticas e mundanas de forma muito mais efetiva. Um dos nossos maiores problemas mentais é a capacidade de perder o foco rapidamente, por conta das emoções e sensações que surgem a todo o momento em nossas vidas. O mindfulness auxilia sobremaneira a eliminar esses ruídos que atrapalham demais nossa capacidade cognitiva. Assim aumenta a motivação e aquela sensação de propósito, que nos proporciona uma sensação de bem estar quase que absoluta. 

  5. Melhora no sono - O mindfulness, em conjunto com outros métodos que visam melhorar a insônia, consegue entregar os melhores resultados no combate a este grave problema de saúde física. 

  6. Melhora nos relacionamentos – A prática do mindfulness proporciona também melhoras nos relacionamentos interpessoais, por conta de um aumento em nossa capacidade de exercitar a empatia, que é a capacidade de você entender o sentimento do outro e se conectar com ele. Assim o mindfulness auxilia nos relacionamentos interpessoais por aumentar a capacidade de conexão das pessoas.

Conheça algumas técnicas de concentração 


Agora que entendemos um pouco melhor dos significados e dos benefícios da prática do mindfulness, chegou a hora de conhecermos algumas técnicas bem interessantes que podemos praticar.

Preste atenção no que você ingere 


É bastante comum que as refeições sejam feitas com o auxílio de uma televisão, ou celular. Pois bem, esqueça todas estas distrações e foque completamente na experiência vivida naquela mesa, com aquele prato e os alimentos escolhidos para estarem nele. 

Viva este momento, pense na organização dos alimentos no prato, e sinta a mastigação de cada um deles ao entrar em sua boca. Esta prática cria uma conexão muito maior e mais intensa com as coisas que você ingere, e que terá consequências diretas sobre a sua saúde física.


Exercite a capacidade de ouvir 


No processo de diálogo com outra pessoa, exercite intensamente a arte de ouvir até o final, e de entender a mensagem que o seu interlocutor está te passando. 

Sem pré-julgamentos ou opiniões rasas e genéricas. O mindfulness te incentiva a escutar atentamente as palavras que são ditas para você, para assim evitar o preconceito e praticar a empatia. Faça isso em suas próximas conversas.


Observe o seu modo de andar, de caminhar e de correr 


É normal que ao caminhar a sua mente viaje para o passado ou para o futuro, e exercite a capacidade de imaginação. Correto? Pois a prática do mindfulness visa justamente o oposto, que você se concentre na ação de andar, de caminhar, de correr, e observe os movimentos de suas pernas e os relevos que seus pés encontram durante o percurso. 

Praticar uma caminhada soa algo rotineiro e simples, mas quando você se concentra neste momento, se percebe o quão complexo e profundo é a arte de sair de um lugar em busca de outro.


Foco na respiração 

Uma das práticas do mindfulness que podemos realizar é a da busca por plena consciência através da respiração. 

Fique em pé, ereto, feche os olhos e foque toda a sua atenção no modo como você respira. 

Observe a sua respiração, no fluxo de ar que entra e que sai. Esta técnica acarreta num estado de bem estar muito intenso, por provocar um maior conhecimento de si.


Cultive a arte do agradecimento 


Sim, o exercício da empatia e da gentileza são mostras claras de como o mindfulness pode auxiliar para o seu bem estar diário, bem como para o bem estar das pessoas ao seu redor. Porque não adianta praticar o mindfulness de forma egoísta, visando somente a sua felicidade. 

A chave para o sucesso desta prática é desejar o bem para todos. Por isso, ao acordar, pense em todas as pessoas que te fazem bem, que te fazem estar vivo e que de alguma forma ajuda o seu mundo a ser melhor e mais saudável.


Elimine distrações e encontre conteúdos benéficos 

O mindfulness pode estar ligado aos nossos dramas atuais, como o fascínio por redes sociais e conteúdos que não nos leva a lugar algum. 

Pratique a arte de eliminar todas as distrações que não te proporcionam felicidade, como redes sociais e sites inúteis, e em contrapartida foque em ferramentas que irão te proporcionar bem estar físico e mental, além de aumentar o seu conhecimento de mundo.


Conclusão 

Vimos aqui que o conceito de mindfulness pode até ser difícil de compreensão imediata, mas que as suas práticas são de fácil entendimento, e, sobretudo, de fácil usabilidade. Por isso o exercício do mindfulness pode ser uma das ferramentas que você poderá usar para seu crescimento pessoal, profissional e mental.

Não perca mais tempo com distrações e ações que não te levam para lugar algum. 

Confira outros conteúdos como este em nosso blog.


Compartilhe:

Posts Relacionados

Ver Categoria >