• Maringá: (44) 3029-1162

  • Dourados: (67) 3033-8862

Saúde Ocupacional: Conceitos e aplicações em sua empresa

Rotinas de trabalhos extensas, estresse contínuo e ambiente de trabalho e líder tóxico são alguns dos motivos que levam cada vez mais trabalhadores a adoecerem. 

Por conta deste quadro preocupante é muito importante que empresas passem a cuidar também da saúde de sua equipe de colaboradores, fornecendo tudo que for necessário para promover a saúde e o bem-estar dos funcionários.  E é por isso que a saúde ocupacional existe.

Neste artigo vamos entender o conceito por trás da palavra saúde ocupacional, por que ela se apresenta como ações fundamentais para a jornada de sua empresa e como aplicar esta ideia no dia a dia dentro do ambiente de trabalho.

Saúde Ocupacional


Saúde ocupacional hoje é um conceito moderno que prega a prevenção de doenças dentro do ambiente de trabalho. É uma área ligada à medicina, mas voltada exclusivamente para a saúde do trabalhador, sendo inclusive uma área obrigatória dentro do ambiente de qualquer empresa.   

O que a saúde ocupacional promove?

Uma empresa precisa seguir uma série de regras e de procedimentos que objetivam diminuir, eliminar ou minimizar os riscos e efeitos decorrentes das jornadas de trabalho em seus colaboradores. 

Em suma, uma empresa precisa oferecer um ambiente de bem-estar que promoverá a saúde do profissional.

Quem controla a adoção dessas regras numa empresa?

O controle e inspeção destas regras no ambiente de trabalho são feitos por diferentes órgãos públicos e entidades setoriais como a Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT), o Ministério Público do Trabalho (MPT) e sindicatos de trabalhadores.

Como surgiu a saúde ocupacional nas empresas?

O histórico de funcionários com problemas de saúde dentro do ambiente de trabalho vem de longa data, sobretudo no trabalho realizado em grandes indústrias. Por conta disso, um dos setores que mais gastavam dentro de uma empresa era o setor de medicina do trabalho, ou seja, o setor que cuidava dos trabalhadores que adoecem dentro da estrutura corporativa.

Mais recentemente ganhou força a ideia de se criar uma área dentro da medicina que buscasse cuidar da saúde e do bem-estar dos profissionais dentro do ambiente de uma empresa. 

As médias e grandes indústrias foram as primeiras que promoveram a ideia de saúde ocupacional dentro das empresas, que passaram a promover ações que incentivaram a qualidade de vida dos colaboradores além de criar ambientes de trabalho que gerassem bem-estar aos funcionários.

A importância da saúde ocupacional


Aquela famosa frase "é melhor prevenir que remediar" nunca fez tanto sentido se pensarmos na ideia de saúde ocupacional e como ela ganhou espaço dentro das empresas. 

Criar um ambiente de bem-estar que preza pela saúde física e mental de seus colaboradores é um investimento muito mais benéfico, válido e estratégico para empresas de grande e médio porte, mas também para empresas pequenas.

Investir em saúde do trabalhador gera um ambiente de trabalho mais saudável, rico e produtivo e a sua importância não está somente no fato de proporcionar um local de trabalho mais propício à produção, mas sim no fato de oferecer qualidade de vida para a sua equipe de colaboradores, gerando efeitos positivos em praticamente todos os outros setores da empresa.

Assim, investir em saúde ocupacional é importante por vários motivos:

  • Melhora a imagem que a empresa possui perante a sua equipe de colaboradores e também a sua imagem externa;
  • Diminui consideravelmente o risco de uma empresa sofrer processos trabalhistas;
  • Reduz ou elimina acidentes de trabalho e doenças ocupacionais;
  • Reduz bastante os custos da empresa que passa a investir em saúde e não mais em controle de danos;
  • Aumenta muito a motivação, o engajamento e a produtividade da equipe.


Os objetivos da saúde ocupacional


O principal objetivo da saúde ocupacional é cuidar dos hábitos que podem gerar saúde e bem-estar para os funcionários de uma empresa, além de promover ações que visam melhorar a qualidade de vida dos colaboradores, seja do ponto de vista físico, seja do ponto de vista mental.

Ao cuidar da saúde física, mental e emocional, uma empresa gera maior produtividade entre sua equipe de colaboradores, melhorando o engajamento dos funcionários e diminuindo consideravelmente o turnover, ou seja, a entrada e saída de funcionários, que se for exagerada só tende a prejudicar a empresa.

A saúde ocupacional é obrigatória dentro de uma empresa? 


O Ministério do Trabalho garante ao trabalhador brasileiro o direito de possuir saúde ocupacional dentro do ambiente de trabalho, que poderá ser promovida pela própria empresa através de um setor responsável, ou poderá ser promovida por uma empresa terceirizada, que a legislação brasileira permite. 

Para calcular a quantidade de funcionários necessária para a existência deste setor numa empresa é importante ter em mente o número de colaboradores, bem como os tipos de atividades prestadas por eles dentro do ambiente de trabalho.

As principais doenças ocupacionais


É importante termos em mente também quais são as mais comuns doenças que os trabalhadores acabam possuindo a partir de sua relação com a jornada de trabalho dentro de uma empresa.

As principais doenças ocupacionais são:

  • Dermatose ocupacional (graxa e óleo mecânico);
  • LER (Digitação, levantar caixas, etc.);
  • DORT (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho);
  • Doenças da visão (alta temperatura ou uso contínuo de solda, dentre outros fatores);
  • Surdez temporária ou definitiva;
  • Antracose pulmonar (poeira) ou bissinose (algodão);
  • Asma ocupacional (algodão, couro, linho, madeira);
  • Silicose (fibra de vidro);
  • Psicossociais.


Como aplicar a saúde ocupacional na sua empresa


E como fazer para que a sua empresa gere bem-estar e qualidade de vida para os seus colaboradores e esteja assim de acordo com a ideia de saúde ocupacional?

Bem, são várias as formas de aplicar esta ideia no ambiente de trabalho.

  • Estimule o bom ambiente de trabalho;
  • Realize atividades físicas e de lazer;
  • Realize a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (SIPAT);
  • Invista e promova campanhas de alimentação saudável;
  • Flexibilizar jornadas de trabalho;
  • Convênio médico e incentivo a check-up regular.

Estimule o bom ambiente de trabalho

Um ambiente de trabalho saudável consegue promover a saúde física e mental de toda a sua equipe de colaboradores. 

Estimule boas práticas de relacionamento, invista em uma eficiente e clara comunicação entre setores e funcionários e busque promover ações que alimentem a ideia de bem-estar mental, físico e emocional.

Realize atividades físicas e de lazer

Promover de um modo saudável e eficiente a saúde física de sua equipe é muito importante e gera resultados muito positivos para a própria empresa. 

Promova espaços que sirvam de palco para ginásticas, Ioga e outras atividades que visam o bem-estar físico. Estimule e incentive seus colaboradores a praticarem exercícios dentro da empresa, que deve possuir ambientes propícios e muito confortáveis para que essas práticas sejam realizadas;

Realize a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (SIPAT)

A SIPAT tem uma importância muito grande dentro do calendário anual de ações de uma empresa, pois ela serve para conscientizar os funcionários sobre a saúde, segurança do trabalho e prevenção de acidentes. 
Ocorre durante uma semana e é necessário que haja a participação de toda a equipe de colaboradores, bem como gestores da empresa;

Invista e promova campanhas de alimentação saudável

Não é novidade para ninguém que em nosso contexto atual, com jornadas extensas e múltiplas atividades, a alimentação acaba sendo um dos momentos mais prejudiciais no dia a dia dos funcionários, que acabam gerando problemas gástricos bem como obesidade e outros efeitos colaterais de uma alimentação desregrada. 
Assim, a empresa deve promover ações que mostrem a importância da alimentação saudável, além de promover dentro do ambiente de trabalho ações que promovam a saúde alimentar de seus colaboradores.

Flexibilizar jornadas de trabalho

Quando falamos que os trabalhadores se prejudicam cada vez mais por conta de jornadas excessivas de trabalho, já oferecemos implicitamente uma das soluções para este problema: flexibilizar e humanizar as jornadas de trabalho dentro das empresas. 

Funcionários que trabalham de forma mais flexível, tendem a produzir mais e melhor.

Convênio médico e incentivo a check-up regular

Essencial para uma empresa possuir um bom convênio médico e, sobretudo, estimular os seus colaboradores a realizarem visitas contínuas aos médicos, não somente por conta de burocracias e exigências legais, mas principalmente por se importar de fato com a saúde de sua equipe de colaboradores.

Conclusão

Promover um ambiente de trabalho saudável e estimular políticas de bem-estar físico, mental e emocional está na cartilha de qualquer líder ou gestor de uma pequena, média ou grande empresa. 

E você, como promove essas ideias tão essenciais para o sucesso de um negócio em sua empresa?

Compartilhe:

Posts Relacionados

Ver Categoria >