Whatsapp Icone
Fechar     X
  • Maringá - PR: (44) 3029 1162
  • Dourados - MS: (67) 3033 8862
  • FacebookLinkedInYouTubeInstagram
    Newsletter
    Liderança e Gestão
    7minutos de leitura

    Diferença entre líder e chefe: Qual perfil você se encaixa?

    Foto do autor
    Autor Trecsson

    A evolução das relações humanas trouxe mudanças significativas para o mercado de trabalho e para o gerenciamento de empresas - e de pessoas - e saber exatamente a diferença entre líder e chefe é primordial para entender estas mudanças e evoluir num ambiente de trabalho.

    Se antes a relação entre as diversas hierarquias de uma empresa se dava através de um processo que envolvia muitas vezes exclusão, intimidação e superioridade, hoje em dia o contexto buscado por empresas caminha em sentido contrário a esse.

    Se antes tínhamos como estereótipo o chefe em cima de um pedestal dando ordens aos seus subordinados, hoje temos como modelo de gestão o líder carismático, respeitoso e que sabe tirar todo o potencial de cada um dos membros de sua equipe. Os termos mudaram, para o bem do universo corporativo.

    Neste artigo vamos abordar  detalhadamente a diferença entre líder e chefe, possibilitando a você se identificar com um deles e a partir daí entender a necessidade de evolução.

    Medo do chefe x respeito pelo líder 


    Esses dois sentimentos, quase que antagônicos, mostram já num primeiro momento a diferença entre o líder e chefe. O mundo corporativo sempre naturalizou esta relação de medo que os subordinados tinham com o seu chefe. O mundo do cinema e da TV chegou inclusive a transformar esta relação em algo normal, ou até mesmo em comédia.

    Mas não nos enganemos: dominar uma equipe pelo sentimento do medo não traz resultados positivos, produtivos ou propositivos.

    Havia uma vaga ideia de que esta relação trazia bons resultados em curto prazo dentro de uma empresa, mas a própria evolução do estudo das relações humanas e dos recursos humanos fez questão de confrontar esta ideia errônea.

    Como contraposto ao medo, se consolida o sentimento de respeito como mola para incentivar uma equipe e fazê-la alcançar metas, concluir projetos e alcançar vitórias.

    É através do respeito que um líder consegue extrair o máximo de sua equipe. Mas aqui há uma diferença tênue e fundamental para definir de fato um bom líder: o líder ganha respeito mostrando trabalho, provando ter conhecimento e apresentando um comportamento exemplar. Já outros buscam o respeito fazendo amizades e se agarrando somente a elas.

    Este comportamento tende a desgastar uma equipe, pois haverá sempre o temor de perder a amizade e o respeito dos subordinados, e assim o suposto líder se afundará em um mar agitado que ele próprio construiu.

    O líder pode até ser um grande amigo de cada um da sua equipe, mas não será este o fio condutor da relação entre eles. O respeito se conquista com seriedade, cobrança de resultados e colaboradores motivados, e o líder saberá colocar estes preceitos acima de qualquer relação de amizade.

    A Democracia do líder x  Autocracia do chefe

    Estes dois formatos de gerenciamento de um projeto, ou administração de uma empresa, diferencia bastante os trabalhos de chefes e de líderes. O chefe tende a agir autocraticamente, sem inserir em suas principais ações as opiniões de sua equipe de trabalho. O líder, por contraponto, busca uma gestão democrática, com espaço para que opiniões sejam dadas e as ações muitas das vezes são resultantes dessa interação em grupo.

    Enquanto que a autocracia possibilita decisões rápidas, a democracia depende de mais tempo, de conversa e de confronto de ideias. Em uma corporação a tendência é que hoje em dia tenhamos mais líderes, e que eles consigam extrair cada vez mais de sua equipe uma riqueza de elementos necessários para bons resultados, e entregas mais que satisfatórias.

    Ainda assim, há quem sugira que a dinâmica de chefia, centralizadora, possa ter bons resultados em empresas que não possuam uma equipe qualificada, porém, como nós já sabemos, uma das funções primordiais de uma empresa é agregar ao seu grupo de trabalho as pessoas mais qualificadas possíveis.

    Desta relação entre autocracia e democracia surge outra diferença entre líderes e chefes, que se concentra na tomada de decisões. O chefe, centralizador, sempre busca tomar as decisões sozinho, criando uma dinâmica mais célere na empresa, mas que dificilmente traz resultados integralmente satisfatórios.

    Enquanto isso, o líder se apoia na conjunção de ideias. Este formato, quando se tem uma equipe qualificada, é a que mais proporciona bons resultados, pois pessoas talentosas precisam de abertura e do espaço necessário para que as suas ideias brotem e se sobreponham em uma reunião de trabalho. Num ambiente autocrático esse comportamento é podado.

    Leia também:

    Líder de equipe: Como ter sucesso em liderar pessoas

    Como construir confiança com os colaboradores


    O líder você segue, o chefe você obedece



    Um dos comportamentos mais visíveis quando distinguimos um líder de um chefe é no modo como a equipe se comporta com a presença destes. Enquanto que um chefe preconiza uma relação de obediência sistemática, o líder constrói uma atmosfera que faz a equipe seguir suas ideias naturalmente, e com visível motivação.

    O líder coordena, e cria um ambiente de trabalho que proporciona a ascensão de cada membro de sua equipe, sem medo de que alguns de seus subordinados se destaquem na empresa. Para um chefe, é inadmissível um subordinado se destacar a tal ponto que chame a atenção de toda a equipe de trabalho.

    O líder evoca o melhor que o colaborador tem a oferecer, construindo um clima que favorece a empresa pensar a médio e longo prazo.

    O chefe busca somente a obediência cega de seus funcionários.

     Autoconhecimento do líder