• Maringá: (44) 3029-1162

  • Dourados: (67) 3033-8862

Como construir um mapa mental rápido e eficiente

É muito comum vermos queixas de pessoas que dizem estudar por horas seguidas e não conseguem aprender quase nada. Em casos assim é muito provável que falte para esta pessoa um método de estudo eficaz, que ajude a assimilar de modo eficiente aquelas informações. E uma das técnicas mais interessantes para estudar conteúdos é o mapa mental.

Neste artigo vamos conhecer tudo sobre esta técnica de estudo. O significado deste método de estudo, a sua função e principalmente, como construir um mapa mental rápido e eficiente.

Mapa mental, o que é? 


Uma das técnicas de estudo mais interessantes e criativas, o mapa mental se tornou um dos métodos mais eficazes para estudantes absorverem informações diversas sobre um assunto. Isso acontece por meio de um diagrama associativo, onde o termo central fica no meio de uma página em branco, e o seu entorno é preenchido com temas auxiliares, assuntos complementares e palavras chaves.

O mapa mental acaba sendo uma espécie de resumo mais gráfico, com uso de setas, de cores diferentes, de símbolos, de palavras chaves, ou seja, de uma série de ferramentas escritas e visuais que vão te ajudar a entender o assunto estudado.

Esta técnica de estudo teve tanto sucesso que hoje em dia, na era da tecnologia, temos vários aplicativos que oferecem a possibilidade de você fazer um mapa mental. Ao final do artigo, teremos links para alguns destes.

Quais as vantagens de fazer um mapa mental de estudo?


Imagina um assunto tão extenso como a segunda guerra mundial. Agora imagina que você terá daqui a alguns dias uma prova sobre este tema. Uma das possibilidades para você fixar de um modo mais eficiente todas as informações deste assunto é criando um mapa recheado de informações centrais, palavras chaves estratégicas e linhas de raciocínio objetiva. Este mapa mental vai conseguir te proporcionar um aprendizado mais eficaz, por trabalhar de forma bem visual e criativa os assuntos abordados.

O mapa mental assim ajuda muito o estudante na hora do estudo, criando um organograma completo de assuntos extensos, facilitando o aprendizado e melhorando a nossa capacidade de absorver e reter todo o conhecimento estudado.

Assim, o mapa mental é um método eficiente para se estudar para provas, testes, para se preparar para textos longos ou até mesmo projetos.

Resumindo mapas mentais: 

  • São eficientes para auxiliar no aprendizado

  • Ajudam na memorização de assuntos

  • Auxiliam na organização de temas de estudo

  • Ajudam na resolução de problemas propostos

Como construir um mapa mental rápido e eficiente 


Agora vamos aprender na prática a como construir um mapa mental.  Para criar um mapa mental os materiais necessários serão uma folha de papel em branco e canetas, hidrocor, lápis de cor, ou qualquer material com esta função de colorir e dar destaque às palavras. 

Pontapé inicial: escolhendo o título do seu mapa mental 

Sim, se o seu mapa mental será sobre a segunda guerra mundial, então o título dele será este, bem direto e objetivo.

O nome será colocado em destaque, centralizado na folha em branco, com bastante destaque, pois será a partir deste assunto que todo o mapa mental será construído.

Escolhendo as ramificações 

Com o título escolhido, chegou a hora de criar as ramificações, ou seja, os temas secundários que dão suporte ao assunto. Podemos colocar em cores diferentes termos como ascensão de Hitler ao poder, início da guerra, entrada dos estados Unidos, Holocausto, guerra contra os judeus, anexação de países, bomba de Hiroshima, dentre outros itens. 

É importante que além destas palavras chaves tenham mais alguns complementos, como frases completas ou a síntese de cada um destes itens.

Além disso, é importante que esteja de um modo rico em termos visuais, pois o mapa mental funciona como uma ferramenta visual de estudo.

Hora de adicionar imagens, cores e símbolos 

Com as ramificações feitas, podemos então seguir para a parte que destaca cada um destes itens escolhidos para complementar o título. Use imagens, use símbolos ou use cores destacadas, tudo para que o resultado final do mapa mental seja algo visualmente destacado, que você facilmente irá lembrar quando se deparar com cada uma destas imagens, ou palavras em cores destacadas.

Organize a ordem de estudo 

Com o título definido, com as ramificações feitas e com os complementos introduzidos, chegou a hora de organizar tudo, para que o estudo seja feito através de uma sequência lógica e compreensível. Use numerações se necessário ou crie algum sistema de estudo que você consiga identificar.

Mapa mental para provas? 


Sim, o mapa mental é uma excelente ferramenta de auxílio para estudo de assuntos e matérias que caem em provas de MBA, bem como vestibulares e concursos públicos. É muito importante que você organize todos os assuntos em mapas mentais diferentes, utilizando todos os passos já descritos aqui, como escolha do título, ramificação do tema em subtemas, o uso de lápis de cor para destacar as palavras chaves, e o uso de símbolos, imagens ou símbolos.  

Mapa mental vai sozinho te fazer passar em provas? 

Por mais que o método de estudo seja dos mais eficientes e práticos, o mapa mental vai ser uma importante ferramenta de auxílio ao estudo, tendo o estudante que utilizar outros métodos, como a leitura contínua do tema, como o uso de resumos e de provas práticas sistemáticas, além de, é claro, prestar atenção nas aulas presenciais ou online feitas pelos professores.

Fazendo mapas mentais através de ferramentas on line 


Inevitável, que em plena era digital, esse método de estudo fosse atualizado e readequado aos novos tempos. Assim, são diversas as ferramentas que oferecem a possibilidade do estudante construir um mapa mental de estudo.

Dentre as ferramentas destaca-se

  • Coggle - Uma ótima ferramenta para mapeamento mental. O Coggle produz documentos estruturados hierarquicamente, como uma árvore ramificada. Isso a diferencia de outras ferramentas como o Google Docs, que fornecem formatos de documentos lineares ou tabulares.

  • Canva – Outra boa ferramenta para construção de mapa mental.

Como fazer um mapa mental no Canva

  1. Selecione um template de mapa mental.

  2. Clique no texto para começar a personalização de seu mapa mental.

  3. Personalize detalhes importantes como cores e fontes.

  4. Escolha itens como quadros, formas e linhas da seleção de elementos gráficos.



Conclusão 

Um dos métodos mais eficazes de estudo, o mapa mental pode ser uma ferramenta bastante útil para seu programa de estudo visando se preparar para o aluno para uma prova de MBA, para algum vestibular ou para concurso. Porém, o mapa mental pode ser usado em muito mais situações, como em projetos profissionais, elaboração de seminários, apresentações de palestras, etc.

A criação de mapa mental independe de uma capacidade criativa exagerada. Basta que o estudante tenha uma caneta colorida que ele já pode criar o seu, com palavras destacadas e muita contextualização, a chave do sucesso para o estudo de um mapa mental.

Agora que você aprendeu a como construir um mapa mental, está na hora de aplicar tudo que foi apresentado aqui! 

Continue conosco e veja outros conteúdos como este!


Compartilhe:

Posts Relacionados

Ver Categoria >