Whatsapp Icone
Fechar     X
  • Maringá - PR: (44) 3029 1162
  • Dourados - MS: (67) 3033 8862
  • FacebookLinkedInYouTubeInstagram
    Newsletter
    Pessoas e Comportamento
    6minutos de leitura

    Métodos de aprendizado: O manual para você aprender mais rápido

    Foto do autor
    Autor Trecsson

    O conhecimento será cada vez mais a principal base para chegar ao sucesso. O ?aprender? vem ganhando enorme importância, e um dos poucos consensos sobre o futuro é que a pessoa que possuir o conhecimento aguçado sobre o mundo, e sobre as áreas mais estratégicas dele, terá muito mais chances de chegar ao sucesso profissional e acadêmico.

    Um dos assuntos que merece destaque entre os educadores diz respeito às formas e os métodos de aprendizado para ganhar conhecimento. O assunto evoluiu de tal forma que não há mais somente aquelas opções restritas, de leitura de conteúdo, ou de decorar um determinado assunto. Temos muitos métodos de aprendizagem consolidados e práticas de absorção de conteúdo sugeríveis para chegar ao aprendizado de forma mais rápida e eficiente.

    Neste artigo vamos esmiuçar cada um desses métodos, e você sairá daqui muito mais apto a absorver novos conteúdos.

    Leia também:

    Inteligência artificial na Educação: Quais as vantagens no aprendizado?

    Por que aprender é importante?


    Estudar é o meio mais natural e importante para o nosso crescimento pessoal e profissional. Através do aprendizado que ganhamos vida, que entendemos o mundo, que nos comunicamos com tudo. Aprender é viver, e quanto mais nós aprendemos mais temos chances de ter uma vida melhor. 

    No campo mais prático, é através do aprendizado que nos formamos como cidadãos e profissionais. As empresas amam ter em sua equipe líderes, pessoas proativas, funcionários que agregam, e o que todos esses grupos possuem em comum, é o amor ao conhecimento.

    Se você ama aprender, já está em vantagem. Agora só basta entender como as ferramentas de aprendizado podem te ajudar.

    Ferramentas de aprendizado


    As ferramentas de aprendizado são diferentes de métodos de aprendizado. Antes de sabermos como aprender, devemos entender onde devemos buscar conhecimento. Não são somente os livros, apostilas e aulas presenciais com professores que fornecem conhecimento.

    Podemos encontrar conhecimento em: jornais, cinema, televisão, séries, revistas, podcasts, teatro, blogs, canais do Youtube, dentre outras ferramentas. Não devemos negligenciar nenhuma destas ferramentas. 

    Métodos de aprendizado 


    São inúmeros, e vamos explicar aqui cada um deles, apresentando suas funções, suas utilidades e, sobretudo, suas eficácias.

    Técnica de grifar x método de resumir 

    Esses dois métodos, amplamente usados, não trazem grandes benefícios por si só, e só devem ser usados como complementos para outros métodos mais eficazes.

    Grifar textos é um método rápido e fácil, e por isso sua utilidade não é tão grande. Mas caso queiram usar, a dica é nunca grifar numa primeira leitura. É muito mais útil começar a grifar após a criação de um resumo do conteúdo, por exemplo.

    Sobre o resumo, para ele ser útil, a regra deve ser seguida: à medida que se lê o conteúdo, o estudante escreve, com suas palavras, o que de mais importante este apresentou. O método é eficaz na absorção de conhecimento, mas é um método que pode diminuir a velocidade do aprendizado.

    Releitura de texto 

    Reler um texto é um método eficiente quando é feito logo após a leitura anterior. Isso permite que a releitura seja reiniciada com o assunto ainda ?quente? e permitindo que você aponte novas abordagens sobre o mesmo conteúdo.  

    Ela é um método mais eficaz que grifar ou resumir, mas só vale a pena para quem tem uma rotina de estudo já consolidada.

    Uma dica: na releitura, você já pode usar o método de grifar de uma forma mais útil, e produzir um resumo a partir desta. Assim, os vários métodos acabam se complementando e acelerando o aprendizado.

    Memorização 

     Memorizar conteúdos ajuda nos estudos e na aprendizagem. Mas para isso, devemos seguir algumas práticas:

    • Memorizar não é decorar, tenha isso em mente. Para memorizar um conteúdo, é necessário que você tenha entendido.

    • Mantenha foco;

    • Tenha um ritmo de estudos;

    • Organize o espaço físico de estudo (nada mais agradável que estudar num lugar limpo e que te incentive a aprender);

    • Associe o que você acabou de aprender com o que você já saiba (se você acabou de aprender algo sobre um momento específico da história do Brasil, associe com o Brasil atual, veja diferenças e similaridades);

    • Reflexão é tudo (acabou de aprender sobre bolsa de valores? Que tal refletir sobre sua necessidade no mundo, sobre sua função prática, e sobre como ela faz uma economia crescer?);

    • Entenda você. Saiba quais formas de memorização se encaixam no seu perfil. Pode ser alguma destas acima, ou pode ser outra diferente. Você memoriza visualizando textos? Escrevendo músicas? Memes? Observe o que é mais útil para você.


    Método da interrogação elaborativa 




    Um dos métodos mais rápidos e eficientes de aprendizado é o da interrogação elaborativa. Ele consiste em criar explicações sobre o conteúdo que está sendo estudado. Isso se faz como?

    Imagina que num conteúdo a seguinte informação é afirmada: a ditadura militar foi um dos piores regimes da história do Brasil. Ao invés de somente absorver a afirmação, você logo questiona: Por quê? 

    Através deste sistema de questionamento você consegue absorver o conhecimento de forma mais consistente e o aprendizado tende a ser mais eficiente. Para isso é necessário você sempre se pautar pelo uso de: 

    - O Quê (fato)? 

    - Quem (sujeito)? 

    - Quando (tempo)? 

    - Onde (local)? 

    - Como (modo)? 

    - Conclusão (final)?  


    Autoexplicação (ou a Técnica Feynman)