• Maringá: (44) 3029-1162

  • Dourados: (67) 3033-8862

Semana Empresarial: Vendedor tem que sair do ar condicionado

Estar na plateia durante uma palestra de Eduardo Maróstica é semelhante a transitar em um campo minado, onde a cada passo explode um turbilhão de informações preciosas para profissionais de vendas e empresários desejosos em sobreviver em um mercado de concorrência, cada vez mais, acirrada. Metralhadora giratória, o professor da Fundação Getulio Vargas (FGV) dispara um pensamento atrás do outro, para compor um mosaico detalhado sobre o cenário atual e em relação ao futuro do universo empresarial brasileiro e mundial.

Nesta segunda-feira à noite, cerca de 120 pessoas perderam o fôlego para acompanhar o raciocínio do especialista em vendas, durante a abertura da Primeira Semana Empresarial Trecsson. O evento, que reúne cinco especialistas de renome nacional, vai até a próxima sexta-feira, no Centro de Eventos da Trecsson Business, localizado no Shopping Catuaí Maringá. Os encontros ocorrem sempre das 19h30 às 21h30.

Nas duas horas em que falou para o público, Maróstica foi categórico em apresentar dados e números. Afirmou que, em dez anos, 40% das 500 melhores empresas do País vão deixar de existir. Que, na média, 20% dos vendedores são responsáveis por 80% do faturamento de uma organização. Que 80% das vendas são fechadas entre o quinto e o 12º contato. Que para cada 12 nãos, ocorre um sim. O professor também faz vários alertas. Um dos mais intrigantes é que 68% dos clientes ?viram as costas para as empresas?, por causa de problemas relacionados ao atendimento.

Entre uma estatística e outra, o professor ofereceu saídas para se manter na ativa. A mais importante é que as equipes de vendas precisam ser norteadas pela tecnologia para produzir mais e melhor. Outra é deixar as salas, com ar-condicionado, e sair para as ruas. Planejar, fazer roteiro de visitas, usar a criatividade, e, acima de tudo, estar comprometido com a empresa onde trabalha. ?Foi-se o tempo do preço, prazo e desconto. O verdadeiro vendedor oferece soluções. Desperta desejos e vende valor agregado?, destaca.

Sobre o Brasil, Maróstica ressalta que os ?telefones voltaram a tocar?. Que este ano, haverá uma leve recuperação; em 2018, o País subirá um novo degrau; e, 2020, será o ano do apogeu. ?As empresas precisam estar preparadas. Investir no treinamento da equipe. Valorizar e reter os bons profissionais. Estruturar o pós-venda. Oferecer uma relação de custo-benefício para conquistar e manter clientes?, frisa.

Programação

Nesta terça-feira, o tema da palestra será ?Repercussões sobre o novo Código de Processo Civil (CPC), no Direito Empresarial?, com Mônica Gusmão, bacharel em Direito, com pós-graduação em Direito Empresarial. Ela é professora universitária e autora de vários livros e artigos.

Na quarta-feira, Alessandra Assad vai falar sobre ?Liderança Tóxica - Você é um líder contagiante ou contagioso??. Jornalista, com pós-graduação em Comunicação Audiovisual, ela é professora da FGV e autora de vários artigos sobre liderança, gestão de mudanças, atendimento ao cliente, entre outros assuntos.

Na quinta-feira, Anderson Pellegrino abordará o tema ?Cenário Econômico Brasileiro - Perspectivas e Desafios para 2017?. Economista e mestre em História Econômica, é professor universitário e autor de vários livros. Entre eles, ?Economia: Fundamentos e Práticas Aplicados à Realidade Brasileira?.

Na sexta-feira, a palestra de encerramento da Semana estará sob a responsabilidade do doutor em Psicologia, José Mauro Nunes. O tema será ?Processo Decisório em Ambientes Complexos?. Professor da FGV, ele é autor de vários livros, sobre comportamento humano e hábitos de consumo.

Compartilhe:

Posts Relacionados

Ver Categoria >