• Maringá: (44) 3029-1162

  • Dourados: (67) 3033-8862

Blended Learning: O que é? Como funciona? Quais seus benefícios

A revolução tecnológica trouxe uma série de consequências nos mais diversos setores da sociedade, e certamente um dos mais afetados foi o setor educacional. Novas formas de aprendizado, métodos mais modernos e conceitos recém popularizados como o de Blended Learning, são apenas alguns dos exemplos de como o planejamento pedagógico precisou se atualizar para se manter parte estratégica e essencial nas nossas vidas.

Neste artigo vamos focar em uma destas inovações, o chamado Blended Learning, que vem ganhando cada vez mais espaço em projetos educacionais, seja no âmbito escolar, seja no campo corporativo. 

Vamos entender o seu conceito, como ele funciona na prática e quais são os seus benefícios, sobretudo se compararmos com o método exclusivamente presencial, até pouco tempo atrás o único existente.

Blended Learning: O que é?


Vamos fazer uma breve viagem no tempo em três etapas. 

Primeira etapa:

Décadas atrás as salas de aula eram os únicos espaços definidos como locais de aprendizado, e tínhamos toda uma estrutura padronizada já consolidada, com o professor exercendo o papel de detentor do saber e os estudantes como receptores de conhecimento. 

Tínhamos a lousa, os livros, as anotações, o processo de decorar informações e uma relação bem passiva do estudante com o processo de aprendizado.

Segunda etapa:

Esse sistema foi atualizado com a popularização da internet e com as novas tecnologias que vieram e que auxiliam educadores a pensar em novos métodos de ensino. 

Surge com isso a chamada EAD, que é a educação à distância, que tira da sala de aula essa função exclusiva de local de aprendizado. 

Agora os professores poderiam criar projetos de ensino pensando na ideia de não contar com a presença do estudante em um espaço físico coletivo.

Terceira etapa:

O processo de evolução pedagógica enfim chega a uma estrutura que mescla ambos os tipos de ensino, e este método é chamado de ensino híbrido, ou blended learning. Ele combina características de ambos os métodos pedagógicos e proporciona um novo modelo educacional, com estudantes protagonistas de sua própria jornada educacional, e professores como mediadores e tutores destas jornadas estudantis.

Há de destacar, porém, que o ensino híbrido, apesar de ganhar vida com a revolução tecnológica, não nasce dela, já que sempre houve propostas e projetos que buscassem novos meios pedagógicos, incluindo o de usar espaços diferentes da sala de aula para aquisição de conhecimento.

Como funciona o Blended Learning?


O blended learning surge também como consequência de uma relação mais humanizada existente entre professor e aluno. E o seu funcionamento é resultado desta relação atualizada e aperfeiçoada entre os processos de ensino e de aprendizagem.

Para o blended learning funcionar é preciso um planejamento estruturado, que combine atividades de aula em sala e atividades no formato à distância. Essa junção é necessária e essencial para que o processo de ensino seja sempre aperfeiçoado.

O blended learning utiliza o melhor que cada formato pode oferecer:

  • O melhor do sistema à distância – Atividades modernas, como gamificação e métodos ativos de conhecimento, que colocam o estudante como protagonista do processo de aprendizado. O método EAD traz muitas vantagens, como o uso recorrente de tecnologias, como tablets, smartphones e notebooks, podendo utilizar vídeos interativos, jogos, e trazer o estudante para o centro do processo.
  • O melhor do sistema presencial – É preciso que a gente entenda que o ser humano é um ser social, e que a sua relação com o outro vai definir o seu futuro acadêmico, profissional e pessoal. A escola enquanto espaço físico continua e continuará sendo um espaço estratégico e essencial para a aquisição de conhecimento, mas agora ela se transforma num local de debates, discussões e gerações de ideias, onde os professores intermediam debates e incentivam a troca contínua de argumentos. E os estudantes se tornam os verdadeiros atores deste filme.

Resumindo, a maior parte das atividades pedagógicas acontecem em formato online, para proporcionar uma flexibilidade maior para o aluno, enquanto que a sala de aula concentra atividades de laboratório, discussões, apresentações e tarefas em grupos.

As atividades online podem vir em formato de:

  • Quiz – Proporciona interação e possui uma dinâmica que ajuda o estudante;
  • Gamificação – Uma das formas que mais geram engajamento, a gamificação entrega ideias lúdicas para as atividades pedagógicas;
  • Realidade aumentada – Vem sendo cada vez mais utilizada e gera muita interação entre o estudante e o ambiente criado pela RA. Proporciona uma imersão no ambiente que ajuda o processo de aprendizagem;
  • Jogos educativos – Professores podem criar ou utilizar jogos feitos especificamente para gerar conhecimento;
  • Material multimídia - Imagens, vídeos, links e áudios.


Salas de aula virtuais e chats – Permitem interações em tempo real entre os estudantes.

Como as aulas são ministradas no Blended Learning


No ensino híbrido as aulas são ministradas à distância, para aproveitar toda a flexibilidade que ela proporciona, fazendo com que o estudante define a sua agenda de estudos e também proporcione que ele recupere uma aula perdida.

Isso pode acontecer pela existência de dois tipos de aulas virtuais:

Síncronas (aulas ao vivo): São aulas à distância mas que acontecem ao vivo, ou seja, todos participam no mesmo momento. Obviamente as aulas ficam gravadas, mas a grande vantagem deste tipo de aula é a possibilidade de participação em tempo real do estudante, através de perguntas, comentários ou dúvidas.  

Assíncronas (aulas gravadas): São aulas gravadas, no modelo mais popular do ensino à distância. Este formato de aula permite uma flexibilização total do estudante, que pode a qualquer momento pausar, realizar anotações, rever uma parte do conteúdo, assistir em partes. O estudante tem total autonomia sobre o seu processo de aprendizado neste tipo de aula virtual.

Os debates nas aulas presenciais

Enquanto que os conteúdos pedagógicos são oferecidos através do modelo à distância, todo o processo complementar do ensino acontece na sala de aula, com a presença de alunos e professores. 

Neste momento o professor é um mediador de debates e discussões, além de promover o ensino prático, como em casos de usos de laboratórios.

Quais os benefícios do blended learning


São muitos os benefícios do modelo de blended learning, e todos eles são percebidos assim que colocados em prática.

Flexibilização do aprendizado

O processo de aprendizado sempre foi engessado no modelo tradicional, dependente de uma sala de aula e da presença física de todos os estudantes todos os dias. Com o modelo híbrido temos possibilidades dos estudantes se desenvolverem dentro do seu próprio ritmo de estudo, respeitando suas individualidades e características. 

Relação aperfeiçoada entre professor e aluno

Sabemos o quão essencial é a relação existente entre o professor, detentor do saber, e o estudante, receptor do mesmo. 

No modelo híbrido de ensino esta relação é aperfeiçoada pelo fato do estudante não ser somente receptor passivo, mas sim um ator protagonista de toda a sua jornada de aprendizado. 

Já o professor adquire uma função estratégica de tutor, mediador e incentivador do aprendizado do aluno. Uma relação nesses moldes tende a ser mais humana, saudável e produtiva.

Custo reduzido

Pensando na parte gerencial do processo de ensino, não há dúvidas que o blended learning gera uma redução significativa de custos, por poder escalar em níveis ilimitados as aulas oferecidas e os conteúdos dados. 

Cada aula gravada por um professor poderá ser acessada quantas vezes forem necessárias sem nenhum custo adicional. Toda esta redução de custo gerada pode servir para, por exemplo, reduzir valores de mensalidades e proporcionar este modelo de ensino para mais pessoas.

Autonomia do estudante

Uma das grandes vantagens deste modelo de ensino é a autonomia que o aluno adquire dentro do processo de aprendizagem. 

Dentro da revolução pedagógica que estamos passando esta é uma das grandes vitórias, pois gera maior engajamento, participação e resultados. Isto porque o estudante é o responsável por fazer a sua agenda de estudos, que vai se adaptar às suas necessidades externas, como trabalho, família e outras atividades.

Quantidade maior de possibilidades de ensino

Quando se une duas perspectivas diferentes de ensino em uma automaticamente a quantidade de opções se amplia, pois temos a possibilidade de escolher o melhor que as duas vertentes podem dar em termos de atividades. 

O professor poderá utilizar aulas gravadas, gamificação, quis, bem como incentivar debates na sala de aula, discussões, troca de argumentos e atividades extras. 

Conclusão

Dentro da revolução pedagógica atual, o Blended Learning adquire um papel dos mais importantes, e produtivos, que é o de ampliar as possibilidades de ensino e de aprendizagem, gerando maior flexibilidade e fazendo que estudantes sejam atores importantes no processo pedagógico.

O modelo híbrido, que mescla o ensino à distância com o ensino presencial, carrega consigo a ideia de um formato mais completo, que entrega o que de melhor existe nos dois mundos, e cria um terceiro, que busca se adaptar aos novos tempos.

E você, já conhecia o Blended Learning?   

Conheça os cursos oferecidos pela Trecsson/FGV na modalidade Blended Learning.

Compartilhe:

Posts Relacionados

Ver Categoria >