• Maringá: (44) 3029-1162

  • Dourados: (67) 3033-8862

Compartilhe:

MBA em Gestão de Projetos contempla todos os setores da atividade econômica

Empresas dos mais variados segmentos investem na Gestão de Projetos para alcançar os resultados desejados, reduzir desperdícios, aumentar a produtividade e, consequentemente, ampliar as margens de lucro. O que, até o início do século XXI, era comum para as áreas das engenheiras, Arquitetura e para a indústria da transformação, agora, recebe especial atenção de setores como médico-hospitalar, comércio, público e, inclusive, organizações sem fins lucrativos.

O professor da Fundação Getulio Vargas (FGV), André Baptista Barcaui, destaca que a Gestão de Projetos está no ?radar? de quem deseja ?vida longa e próspera?. ?Hoje, elaborar e gerenciar projetos é uma exigência para se obter sucesso. É reunir e aplicar as ferramentas que possibilitam fazer algo, com qualidade, de forma mais rápida e com um custo menor?, ressalta.

Técnicas e habilidades

Barcaui comenta que gerenciar um projeto requer competências técnicas e emocionais. O lado técnico está focado no planejamento, no cumprimento do cronograma, na avaliação dos riscos, no dimensionamento dos custos, no controle da qualidade, entre outros fatores. A questão emocional envolve os comportamentos de um líder; as atitudes para manter uma equipe ?eclética?, coesa e pró-ativa; e as habilidades para negociar com liderados, fornecedores e clientes.

A postura ética e os compromissos ?social e ambientalmente? responsáveis são outras ?características inatas? aos gestores de projetos. ?Ética, moral e sustentabilidade devem estar impressas, ?em letras garrafais?, no DNA do projeto. São semelhantes à qualidade. Deixaram, há muito, de ser obrigação, para serem pilares básicos de qualquer iniciativa?, afirma o pós-doutor em Administração pela Universidade de São Paulo (USP).

PMI

Coordenador do curso de MBA em Gerência de Projetos da FGV, Barcaui comenta que a grade curricular segue as práticas do Instituto de Gerenciamento de Projetos (PMI, na sigla em inglês para Project Management Institute). ?É a reunião do que há de melhor e mais avançado no mercado; uma bagagem de conhecimentos aperfeiçoada ao longo de mais de setenta anos de experiência?, acrescenta.

O professor recorda que a gestão de projeto é tão antiga quanto a humanidade. Compreende traços do antigo Egito aos tempos atuais. É aplicada em uma pequena reforma residencial, na realização de grandes eventos, como uma Olimpíada, e até na construção da Estação Espacial Internacional. ?O tema, no entanto, ganhou corpo e passou a ser sistematizado no pós-guerra, em meados do século passado?, cita.

Uma das principais associações para profissionais do gênero, o PMI está presente em, praticamente, todos os países do mundo. O Instituto foi fundado em outubro de 1969. A sede está localizada na cidade de Filadélfia, no Estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos. Hoje, a organização auxilia mais de 700 mil integrantes, espalhados pelos cinco continentes do planeta.

Compartilhe:

Posts Relacionados

Ver Categoria >