Aluno/Professor
Início > Blog

Deslizes no comportamento provocam 90% das demissões, alerta André Ortiz

Foto do Post
Cláudio Galleti

No ambiente de trabalho, manter-se proativo, mostrar-se comprometido e ter atitudes colaborativas são formas de se garantir o emprego. O alerta é do professor da Fundação Getulio Vargas (FGV), André Ortiz. De acordo com ele, pesquisas indicam que questões comportamentais são responsáveis por 90% das demissões.

Doutor em Neuromarketing, direcionado para a Administração de Empresas, pela Florida Christian University, nos Estados Unidos, no dia cinco de setembro, Ortiz esteve em Dourados (MS), onde ministrou palestra no Centro de Eventos da Trecsson Business, conveniada da FGV para o noroeste do Paraná e o sul do Mato Grosso do Sul.

Ele destaca que, nas entrevistas de emprego, os candidatos “fazem de tudo” para conquistar a vaga. Inclusive com promessas que, dificilmente, vão conseguir cumprir. “É um erro. O que fala mais alto é a prática e a dedicação no dia a dia. Por isso, devemos nos apresentar como somos; com nossas habilidades, competências e deficiências”, ressalta.

Ortiz acrescenta que o conhecimento reunido pelo candidato é responsável por 90% da contratação dele. “Então, é preciso aliar atitude com o que se sabe e estar em constante aprendizado e aprimoramento para permanecer na ativa no mercado de trabalho”, afirma.

Motivação e aprendizado

Para manter a equipe motivada e satisfeita, aos empresários, o professor da FGV recomenda que adotem estímulos, além da remuneração financeira. “O salário e os bônus são gratificações pelo trabalho. O reconhecimento pelos resultados, pela apresentação de ideias; a oferta de oportunidades de crescimento, por meio de treinamentos; são maneiras eficientes para reter talentos e montar um time de alto desempenho”, declara.

Outra dica do doutor em Neuromarketing é aprender a entender e aproveitar os ensinamentos deixados pelos erros. Na opinião de Ortiz, os problemas forjam e moldam os profissionais. “Os obstáculos nos fortalecem e despertam em nós a criatividade para conseguirmos vencê-los”, comenta.

PANFA

Durante a palestra, os participantes também conheceram o PANFA, um dos cinco métodos criados pelo professor da FGV. “É uma metodologia lúdica, utilizada em treinamentos para potencializar os resultados em vendas”, explica. Consiste em abordar, de forma divertida e interativa, as cinco fases de uma negociação para gerar mais produtividade e, consequentemente, aumentar os lucros das empresas.

De ex-vendedor de jornal, em feiras livres a doutor em Neuromarketing, Ortiz carrega a experiência de ter ajudado mais de seis milhões de pessoas a alcançarem o sucesso nas organizações onde atuam. São mais de 20 anos de estrada, como professor, palestrante internacional, empresário, escritor e consultor. Também atuou como executivo na Ambev, Claro E Nextel.

O evento em Dourados integrou a programação do Ciclo de Palestras da Trecsson Business, que promove um encontro, por mês, com os mais renomados professores da FGV. Os especialistas tratam de assuntos referentes à gestão empresarial, de projetos, do agronegócio, de serviços em Saúde, finanças e outros temas atuais.

 

 
Facebook
LinkedIn
Twitter
G+
E-mail
Compartilhe com sua rede.
Deixe seu comentário
 

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A TRECSSON

Unidade Maringá
Avenida Colombo, 9161. Andares 1 e 2 no Shopping Catuaí - Maringá-PR
44 3029 1162
Unidade Dourados
Rua Ponta Porã, 1540 - Sala 4 – Jardim América – Dourados - MS
67 3038 1477
Avalie nosso site aqui:   Avaliar
Voltar ao topo
Voltar ao topo
@2018 Trecsson Business FGV - Todos os Direitos Reservados
Vikings Digital